Contato via e-mail

Cancelar

Alugar ou comprar imóvel: qual é a melhor opção?

Alugar ou comprar imóvel? Muita gente sonha em comprar um imóvel, no entanto, muitos não podem e precisam alugar. Como decidir?

Alugar ou comprar imóvel depende muito do momento financeiro de cada um e principalmente, de como está a economia do país. Muitos brasileiros sonham em comprar a casa própria, é mais que um direito.

Porém, nem todos desfrutam das mesmas condições financeiras que permitem comprar um imóvel de forma tranquila e despreocupada. E a única solução acaba sendo alugar.

Para começar, as rendas exigidas por muitas empresas não são compatíveis com as realidades de mercado. Muita gente que antes trabalhava com registro em carteira, passou a trabalhar por conta própria e não consegue obter as rendas necessárias.

E nestas circunstâncias, entre alugar ou comprar imóvel, a grande maioria ainda opta por alugar e ter onde viver.

Contudo, o momento econômico do país, em 2019, teve uma pequena melhora por conta da baixa nas taxas de juros e dos programas habitacionais que ganharam algumas facilidades dentro do “Minha Casa, Minha Vida”. Outros, por sua vez, compram na intenção de investir e garantir uma renda extra por meio do aluguel.

Tanto que em fevereiro deste ano, a ABECIP – Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança – divulgou um aumento de 30% na compra e construção de imóveis em 2018, com relação ao ano anterior (2017).

Seja de um jeito ou de outro, a verdade é que o país vive um momento de oportunidades excelentes, seja para alugar ou para comprar. Vejamos qual escolher conforme as condições.

Alugar ou comprar imóvel: o melhor momento

Em razão de muitos lançamentos estarem ainda parados, é possível negociar e conseguir um ótimo valor com a construtora, quando se trata de imóveis prontos e na planta.

Para tanto, vale a pena pesquisar as melhores taxas através dos simuladores de bancos e outras instituições que garantam o financiamento do imóvel.

Quando a renda é compatível com o que se pede, é possível comprar o imóvel e, quem sabe, conseguir mensalidades mais acessíveis, caso se possua um valor mais alto para dispor na entrada.

É o caso de pessoas que acabaram de ser promovidas e trabalham em empresas de grande porte, cuja crise na economia em nada abalou as suas estruturas.

Existem ainda opções dentro do SFH – Sistema Financeiro de Habitação, que trazem as melhores e menores taxas de juros para se pagar, porque são oriundas de investimentos populares que rendem pouco.

Para quem dispõe de grande renda, é um momento oportuno para se negociar e fechar contrato com a construtora.

No entanto, para quem, mesmo em uma boa empresa, não tem certeza quanto à duração do tempo em que permanecerá empregado (por quaisquer que sejam os motivos), é preciso muita cautela ao tentar fechar um financiamento. Os riscos são altos, dependendo do tempo estabelecido em contrato, de não conseguir pagar as contas.

Neste caso, compensa alugar um imóvel por um valor razoável e que não comprometa a renda, e com o restante do valor, aplicar em fundo de investimento, ou Tesouro Direto, a fim de que, com o tempo, seja possível dar uma boa entrada e financiar por valores mais acessíveis.

Quais as vantagens de comprar um imóvel?

Ao se comprar um imóvel, garante-se dentre outras coisas um grande investimento. É a aquisição de um patrimônio!

Acontece que o imóvel só valoriza com os passar dos anos. Em uma região onde a perspectiva de crescimento seja sempre alta, é fato que o valor do metro quadrado tenderá a subir.

Assim, seja para vender posteriormente ou alugar, o imóvel será sempre uma ótima opção de investir o seu dinheiro, sem risco de perdas, como ocorre em fundos de investimentos atrelados à Bolsa ou mesmo ações.

Outra vantagem de se comprar um imóvel é a tranquilidade de estar no que é seu. Quem aluga, por mais que pague o aluguel direitinho, corre o risco de ter que sair do imóvel, assim que o contrato vence.

Além disso, eventuais problemas que imponham algum tipo de manutenção vão sempre envolver locador, locatário e imobiliária, exigindo diálogo e boa vontade de todas as partes. Quando se tem o próprio imóvel, não precisa de autorização para alterá-lo como se quer.

Outra vantagem é que, em momentos de crise, pode-se conseguir bons retornos através dele ou ainda utilizá-lo para algum trabalho em proveito próprio.

Suponhamos que o cliente que comprou um apartamento ou uma casa em 2010 hoje esteja pensando em montar um negócio próprio.

Dependendo do valor do aluguel que tenha que pagar, pode ser uma boa opção utilizar, quando possível, o próprio imóvel como local de trabalho, e reservar o dinheiro em caixa para outras despesas e investimentos urgentes.

Quais as vantagens de alugar um imóvel?

Contudo, quando se tem uma renda razoável, nem sempre comprar é a melhor opção. É aí que entram os investidores que compram imóvel para locação, justamente visando esse público que não tem interesse em adquirir imóvel próprio.

Por que?

Porque estas pessoas levam um estilo de vida que faz com que elas se mudem com certa frequência, seja para outro bairro ou mesmo outra cidade, devido às oportunidades de trabalho e/ou estudo que tenham. Para pessoas com esse estilo de vida, comprar um imóvel não é muito vantajoso.

Nesse caso, a melhor saída acaba sendo alugar, pois além de poder usufruir de um imóvel bonito e confortável, em local que fique mais conveniente para trabalhar ou estudar, o restante da renda pode ser aproveitado para passear, viajar, se divertir como achar melhor, ou ainda investir em algo.

A facilidade com a documentação também é muito maior em comparação com a burocracia de ter que fazer um financiamento.

Basta escolher o lugar que se quer morar ou trabalhar, entregar cópia dos documentos, enfim, cumprir com as exigências da imobiliária ou do locador.

Ao contrário dos riscos que se assume ao fechar um financiamento imobiliário, como por exemplo, não conseguir quitar as dívidas, ao se encontrar dificuldade no caso de pagar o aluguel, pode-se tentar um acordo com o proprietário e deixar o imóvel sem grandes perdas.

Enfim, como dito acima, no primeiro parágrafo, vai das condições de cada um e da forma como a economia no país reage. Seja para alugar ou comprar imóvel, o fato é que se o mesmo estiver em dia, de uma forma ou de outra, já valerá a pena.

Se for bonito, confortável, seguro e se encaixar com seu perfil, alugando ou comprando, você fará um ótimo negócio!

E você, prefere alugar ou comprar imóvel? Deixe seus comentários abaixo e compartilhe nas suas redes sociais para ajudar outras pessoas que tem essa dúvida.

Fique por dentro!

Assinando nossa newsletter você fica por dentro de tudo que acontece com os nossos projetos e recebe todas as dicas do nosso blog em primeira mão.

Online
E-mail