Contato via e-mail

Cancelar

Tudo o que você precisa saber sobre o bairro Bosque da Saúde

Com boas áreas verdes, atrativos e gente trabalhadora e hospitaleira, o Bosque da Saúde é o novo charme da capital. Saiba o porquê.

Acordar cedo não é algo fácil para muitas pessoas, mas no Bosque da Saúde, é algo até prazeroso. Quem tem que sair de casa de madrugada, por exemplo, nem sente isso como um problema, visto que são muitas as atrações pelo caminho até o trabalho.

Seja de ônibus ou mesmo a pé, é possível apreciar, dentro do bairro, alguns lugares muito bonitos e atraentes, bem iluminados, aproveitando ainda aquele cheiro gostoso de café, acompanhado dos deliciosos lanches e o inconfundível “pão na chapa” com bastante manteiga, que ajudam qualquer pessoa a acordar.

O cheiro bom vem das padarias que, no Bosque da Saúde, já atendem logo cedo a clientela, em geral, pessoas que trabalham à noite ou acordam muito cedo. E o café da manhã, sempre farto, dá um gosto todo especial para o dia que vem a seguir.

O Bosque da Saúde é um bairro que atrai por várias peculiaridades. Por exemplo, as ruas, embora movimentadas, ainda conservam uma tranquilidade, bem diferente das vias de outros pontos da capital, onde mesmo de madrugada, nota-se um fervilhar constante de carros e ônibus.

No Bosque, contudo, tudo é tão planejado que lembra muito uma cidade do interior.

Uma cidade tal qual tanta gente sonha em morar: com toda infraestrutura necessária e aquele aconchego que só um Bosque pode oferecer.

Bosque da Saúde é qualidade logo cedo!

Quem acorda mais tarde, lá pelas 9h ou 10h da manhã, também terá muito o que aproveitar no bairro. Embora o dia já tenha começado, sempre é possível tomar um bom café e sair por aí para fazer compras, colocar as vitrines do shopping em dia, fazer qualquer exame ou checar as contas no banco.

Uma das qualidades do Bosque é a quantidade de prestadores de serviços que disponibilizam um atendimento de qualidade, principalmente, no ramo de comida.

Padarias, lanchonetes, barzinhos… O Bosque da Saúde concentra uma grande quantidade de opções quando o assunto é comida.

Se é para tomar um ótimo café da manhã, o que não faltam são opções, tais como Casas de Bolo, Confeitarias, como por exemplo, a Karol do Bosque, ou ainda a Sodiê Doces, famosíssima em todo país.

E claro, tudo limpinho e com qualidade. São negócios de família que foram crescendo, se ampliando e conquistaram o paladar e o gosto de cada cliente que frequenta.

Se é para trabalhar, o que não falta ao Bosque são oportunidades. Os principais empreendimentos da região geram renda, trabalho e atraem interessados e consumidores de várias partes da cidade e até do estado.

Qualquer jovem ou profissional mais experiente que chegue para trabalhar no bairro, certamente se encantará com as oportunidades que vão lhe encher os olhos de sonhos e esperanças.

Shopping Plaza Sul é orgulho do Bosque da Saúde

O setor de serviços é algo tão forte no Bairro Bosque da Saúde, que um dos mais importantes Shoppings Centers da capital, localizado ali no coração do Bosque, revitalizou todo o seu espaço e ampliou o número de lojas e marcas, só para atender à demanda que cresce oriunda tanto do Bosque como das regiões vizinhas.

Estamos falando do Shopping Plaza Sul, que é fonte de lazer, de renda e de oportunidades no bairro.

Em 2018, o Shopping Plaza Sul saiu na frente em seu segmento com um investimento milionário que aumentou de 207 para 220 lojas abertas, estacionamento maior (1360 vagas), espaço família e Kid’s Place para quem traz os filhos e cinema moderno em formato de estádio, com telas de projeção bem maiores.

Dar uma passadinha no shopping se tornou uma tentação!

Quem trabalha próximo das avenidas Prof. Abraão de Moraes, Avenida do Cursino ou Bosque da Saúde, por exemplo, dificilmente resiste a dar uma passadinha no Shopping Plaza Sul.

Seja quem for, mesmo que venha ao bairro só para dar aquela voltinha depois do almoço ou ainda, tomar qualquer suco ou sorvete a passeio, quer visitar o shopping que não para de crescer, sendo o orgulho do Bosque.

A origem do bairro na gigantesca São Paulo

É impressionante como o bairro Bosque da Saúde cresceu ao longo do século, e sem perder a identidade calma e aconchegante do velho bosque. Essa é uma opinião em comum de muita gente que conhece o bairro há anos.

O Bosque da Saúde é um dos 13 bairros que compõem a Zona Sul de São Paulo, uma região considerada nobre. Segundo o livro “Bairros Paulistanos de A a Z”, do historiador Levino Ponciano, a zona Sul era, nos séculos passados, apenas um ponto de parada dos tropeiros que seguiam viagem pelo estado afora.

Em pleno século XIX, os tropeiros encontraram uma cruz e não tardou até que o local se tornasse um ponto de peregrinação.

Desta forma, surgiu em 1910, a capela de Santa Cruz, onde atualmente ficam as ruas Santa Cruz e Domingos de Morais. Inicialmente, a região foi então chamada de “Cruz das Almas”.

Com o tempo, o povoamento se formou e cresceu ao redor desta capela, que em 1928, passou por obras de reforma, sendo transformada na Igreja Nossa Senhora da Saúde, cujo nome rebatizou a região.

Contudo, foram as ferrovias que proporcionaram forte crescimento à região. Isto porque, ainda no século XIX, mais precisamente em 1886, chegava à zona sul a linha Tramway de Santo Amaro, uma ferrovia de bitola estreita que ligava São Paulo a Santo Amaro.

E, portanto, trazia e levava passageiros da capital à outra cidade. Era necessário que se compusesse de alguma forma uma atividade mais frequente para atender as demandas destes passageiros.

Não tardou até que várias estações e paradas fossem erguidas, sendo uma delas a atual Estação São Judas. A ferrovia permaneceu ativa até 1913 quando foi então finalmente substituída pelas linhas do bonde, que circularam por toda capital até o início dos anos 70.

stand tarjab

“Mas, e o bairro Bosque da Saúde?”

O bairro Bosque da Saúde, por sua vez, ainda no início do século XX, era uma imensa área verde que a prefeitura destinava para lazer e eventos aos finais de semana. Uma área de conservação.

Estendia-se da Praça da Árvore, pela avenida Bosque da Saúde, descendo a região e cruzando o então riacho do Ipiranga, formando pelo caminho várzeas com vários campos de futebol, e seguindo pelas ruas Ibirarema, Guararema até o final da rua Tiquatira, já de encontro com a avenida do Cursino.

O bairro Bosque da Saúde, portanto, não tem esse nome à toa e se tratava de uma área verde imensa, que a partir dos anos 30, atendendo as necessidades de urbanização pelas quais a cidade já passava, foi totalmente dividida e loteada, sendo mantidos apenas alguns pontos de vegetação em áreas tidas como recreativas até os dias de hoje.

Atualmente é uma das áreas consideradas mais bem planejadas de São Paulo, combinando a beleza do verde e a qualidade de vida do interior com a modernidade e conforto que só uma grande cidade como São Paulo oferece.

O trabalho no Bosque da Saúde

Trabalhar é bom demais. Ainda mais quando se conta com um mercado promissor e a vantagem de se fazer o que gosta.

Dedicação e amor ao que se faz e propõe no mercado é o que não falta no Bosque da Saúde e estas são as razões pelas quais a região concentra uma atividade econômica tão forte e variada.

Muita gente sonha em ter um negócio próprio. Gente que vem de longa data trabalhando com carteira assinada e hoje, após um grave cenário de crise, dispõe de um valor satisfatório para realizar o sonho da independência financeira.

Gente que encontrou, por exemplo, no Bosque da Saúde, a oportunidade de realizar o sonho de ser “chefe de si mesmo”.

E assim, o trabalho no bairro se estende pelos mais variados segmentos e mercados, indo desde a pequena porta que conserta celulares às grandes indústrias de confecção, autopeças, educação, informática, mercearias e outros.

Uma destas empresas no Bosque da Saúde, por exemplo, é a Yakult que exporta do bairro para cidades e estados brasileiros e até para outros países, desde o tradicional Leite Fermentado até as mais variadas sobremesas, como iogurtes, achocolatados, sucos e outras bebidas, como a famosa Taffman Ex, Hiline F, dentre outras.

Tudo derivado de alimentos com probióticos, que segundo pesquisas científicas, regulam a flora intestinal e colaboram para uma saúde com mais qualidade.

Na área farmacêutica, uma empresa, em especial, possui suas únicas unidades físicas abertas no bairro Bosque da Saúde. É a Ultrafarma, cuja rede contempla a venda de medicamentos genéricos e muito mais baratos. Além da Ultrafarma, é grande também a quantidade de outras farmácias abertas em todo o bairro.

Na área petroquímica, o Bosque da Saúde também acolhe uma marca. Mais precisamente na rua Itaboraí onde está localizada a Termax Paulista de Petróleo, empresa de refino de petróleo, que dentre outras coisas, cuida da fabricação de tintas para canetas, além de aglutinantes, peptona, óleos vegetais e outros.

E dá-lhe mais empregos, investimentos, capital de giro e etc.

Espantoso, não é?

Mas não é só da atividade de grandes marcas que o bairro se projeta. O bairro Bosque da Saúde conta com uma infindável variedade de prestadores de serviços.

Confecções de roupa, lojas de informática, escolas, salões de beleza e outras portas que também geram emprego e impulsionam a renda. Sem contar os supermercados Extra e Carrefour que abastecem o bairro.

No setor da construção civil, destaques para o Center Castilho e a Telhanorte. No setor de Pet Shops, a COBASI é imbatível, vendendo e exportando para todo o Estado.

Se em terra de grandes oportunidades, todos têm uma chance, não seria exagero afirmar que o Bosque é a “terra prometida” de muitos empreendedores e empreendimentos.

Bosque da Saúde e a Imigração Japonesa

Muita gente não sabe, mas o bairro da Saúde é também um dos preferidos da colônia japonesa de São Paulo, ficando atrás somente da Liberdade e da Aclimação.

Muitos imigrantes que aqui chegaram no início do século XX, atrás de trabalho e melhores condições de vida, formaram pequenas colônias pela região e, após alguns sacrifícios, estabeleceram seus próprios comércios, formaram famílias e expandiram a cultura oriental por todo bairro.

Foi assim que surgiram no bairro escolas de lutas e artes marciais, supermercados temáticos com todo tipo de produto japonês, casas e até companhias de espetáculo que chegaram a se apresentar para estas colônias e outros visitantes curiosos.

A “francesinha” do bairro

E não é só a cultura japonesa que fez do Bosque a melhor opção para o seu novo lar. A cultura francesa, sobretudo na gastronomia, criou também os seus laços com a população do Bosque.

Escondida em uma das esquinas do bairro, a Patisserie Tartelier, na rua dos Viscondes, começou com uma pequena fábrica que produzia doces e salgados em massa mil folhas, macarons, eclairs e outras delícias.

A princípio, a ideia era apenas fornecer estas delícias para hotéis, empresas, restaurantes e bares da região. Mas como a procura tornou-se grande, a fábrica resolveu abrir uma lojinha ao lado.

Além das delícias expostas no balcão e que tiram qualquer um do regime, as lousas do local exibem os menus do dia e dão aquele ânimo a quem chega, com bilhetes e mensagens bem humoradas e de encorajamento. A decoração é um primor. Quem chega ao Bosque não pode deixar de visitá-la.

É por isso que quem chega pela primeira vez ao Bosque da Saúde se apaixona e não quer mais voltar. Quem aqui vive ou trabalha, nem pensa em se mudar. O Bosque da Saúde é o paraíso de todos, o lugar onde se ganha o pão para viver e se vive como quer, como se deve viver.

Com qualidade, sem medo e em plena paz!

E por que você também não vem conhecer? Venha desfrutar e visitar o bairro Bosque da Saúde!cta ebook bosque da saúde

Fique por dentro!

Assinando nossa newsletter você fica por dentro de tudo que acontece com os nossos projetos e recebe todas as dicas do nosso blog em primeira mão.

Online
E-mail